ODS: Relatório Luz da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável (2018)

Foi lançada em Brasília a síntese da edição 2018 do Relatório Luz da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável, elaborado por um grupo de trabalho da sociedade civil, que inclui a ACT, como um contraponto à versão do relatório do governo brasileiro. O objetivo do Relatório Luz é fazer uma análise dos avanços e retrocessos do Brasil com relação aos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) da ONU e o que precisamos fazer para atingir as metas.

 

ODS e Agenda 2030

Os ODS são formados por 17 objetivos e 169 metas estabelecidos em 2015, na Cúpula de Desenvolvimento Sustentável. Eles são uma ampliação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e formam a chamada Agenda 2030, data até a qual os países das Nações Unidas se comprometeram a atingir os ODS.

Dentre os ODS, incluem-se a promoção da saúde e do bem estar, a segurança alimentar e o fim da fome, a disponibilidade e gestão sustentável da água, o estabelecimento de padrões de produção e consumo sustentáveis e a redução das desigualdades, dentre outros.

No Brasil, o Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GTSC A2030) é formado por cerca de 40 membros de vários setores, incluindo a ACT, a Gestos e o Instituto Democracia e Sustentabilidade, dentre outros.

 

Relatório Luz de 2018

O Relatório Luz de 2018 avaliou 121 metas (de um total de 169) a partir de dados oficiais. A conclusão, infelizmente, não foi nada boa: as evidências mostram que o Brasil está, na verdade, indo na contramão dos ODS. As crises políticas e econômicas estão se fazendo sentir, como é destacado na apresentação do documento:

“Os desafios são muitos, estruturantes e complexos. Os orçamentos de políticas e programas importantes para a sociedade e o meio ambiente estão menores ou zerados, enquanto crescem o endividamento público, a pobreza e a fome.”

A síntese completa do Relatório Luz pode ser conferida aqui. Nas próximas semanas, falaremos mais sobre algumas análises do relatório, especialmente dos ODS que são mais específicos da área da saúde.

1 comentário sobre “ODS: Relatório Luz da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável (2018)”

  1. Pingback: Relatório Luz da Agenda 2030: ODS 2 (Fome Zero e Agricultura Sustentável) - ACT

Deixe uma resposta