EUA divulgam novos dados sobre a relação entre o tabagismo e doenças mentais

Nos Estados Unidos, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) divulgou, na última terça-feira, 5 de fevereiro, um relatório apontando que adultos com doenças mentais fumam 70% mais que aqueles não-portadores destes tipos de enfermidades. Os dados são da Pesquisa Nacional sobre o Uso de Drogas, realizada com 138 mil pessoas dos sexos masculino e feminino, entre os anos de 2009 e 2011.

A agência federal de saúde pública americana também descobriu que, naquele país, 36% dos adultos portadores de distúrbios psicológicos, comportamentais ou emocionais são fumantes, taxa que cai para 21% entre não-portadores. “O tabaco pode alterar os estados mentais, ao provocar ansiedade, por exemplo. Mas é importante salientar que o cigarro também gera uma longa lista de outros problemas de saúde e não deve ser usado como uma forma de auto-medicação”, afirma Thomas Frieden, médico e diretor do CDC.

O cigarro contribui para, aproximadamente, 443 mil mortes por ano, nos Estados Unidos. Aqui no Brasil, estudo da ACT mostrou que o tabagismo causa, anualmente, 130 mil mortes.

Deixe uma resposta