Abril Pela Vida: lockdown e auxílio suficiente para frear a pandemia

imagem com texto "Abril Pela Vida"

Várias cidades brasileiras já estão com o sistema de saúde em colapso, milhares de pessoas morrem todos os dias e novas variantes do coronavírus estão surgindo: a verdade é que a hora do país começar a agir em conjunto para frear a pandemia da Covid-19 já passou faz tempo, mas milhares de vidas ainda podem ser salvas se medidas adequadas forem tomadas.

Pensando nisso, a campanha Abril Pela Vida reuniu especialistas e dados que mostram que um lockdown efetivo de 3 semanas, combinado com um auxílio emergencial de valor suficiente para permitir que as pessoas fiquem em casa em segurança, pouparia 22 mil vidas e ajudaria a desafogar o sistema de saúde enquanto a campanha de vacinação avança.

Realizada pela organização Impulso Gov, a Abril Pela Vida também conta com o apoio da ACT, da Vital Strategies, do Observatório da COVID-19 no Brasil e de outras organizações. Mais de 100 mil pessoas já assinaram a carta em apoio às medidas propostas pela campanha.

Os resultados esperados da adoção das medidas propostas pela campanha incluem:

  • Reduzir a média móvel de mortos pela metade, o que pode significar pelo menos 22 mil vidas salvas;
  • Dispor de leitos para tratamento de COVID-19 e de outras patologias;
  • Reduzir a probabilidade de surgimento de novas variantes capazes de superar
    a imunidade gerada pelas vacinas já desenvolvidas;
  • Neutralizar perdas econômicas, em razão do auxílio emergencial.

A carta também é assinada por especialistas da área da saúde e da economia como André Lara Resende, Daniel Dourado, José Gomes Temporão, Mariana Varella, Miguel Nicolelis, Monica de Bolle, Paulo Lotufo, Paulo Saldiva e Pedro Hallal, entre outros.

Acesse o site da campanha, assine a carta e compartilhe as peças da campanha nas mídias sociais. Precisamos de toda a mobilização possível para frear a pandemia no Brasil e poupar o máximo possível de vidas.

Deixe uma resposta