Mulheres fumantes são as mais insatisfeitas com seu corpo

A maioria das mulheres que não deixa de fumar por medo de engordar está distante de ter sua imagem de corpo ideal, segundo um estudo da Universidade de Michigan divulgado agora em novembro (New York Times).

A pesquisadora Cindy Pomerleau, principal autora do estudo e diretora do Laboratório de Pesquisa da Nicotina na universidade, afirmou no estudo que estas mulheres são mais propensas às dietas e aos excessos nas comidas que as que não fumam. “Não é surpreendente que as mulheres que têm problemas com seu peso ou não estão satisfeitas com seus corpos se sintam atraídas pelo tabaco”, afirmou em comunicado Pomerleau.

A idéia de que fumar ajuda a reduzir o apetite ainda é sedutora, sobretudo num contexto social que privilegia tanto a magreza! Uma pesquisa realizada por Pomerleau há alguns anos indicou que 75% das fumantes não estão dispostas a ganhar mais de 2,25 quilos se deixarem de fumar, e quase a metade delas disse que não toleraria aumento de peso algum, o que se formos pensar é uma auto-exigência muito grande.

É esperado que haja certo ganho de peso ao parar de fumar, em torno de 2kg, seja por alterações metabólicas ou mesmo por mudanças na ingestão de alimentos (novo sabor pode elevar o consumo, mas ainda mais frequente é a busca da satisfação ou alívio do desprazer através da comida – aí o risco é de um ganho de peso maior).

“O problema aqui é conseguir que as mulheres preocupadas com seu peso estejam dispostas a fazer a tentativa de deixar o cigarro, e depois ajudá-las a que alcancem um certo controle sobre seu peso”, afirmou a pesquisadora. E se a preocupação é estética, vale lembrar que o tabaco causa muitos danos na aparência dos fumantes, tais como rugas na pele, perda de cabelo, enfraquecimento das unhas, coloração amarelada dos dentes e mau hálito.

Daí a dica da fisioterapeuta e integrante da ACTbr, Elizabeth Feres, que indica iniciar a prática de atividades físicas ao parar de fumar: “elas estimulam mecanismos de liberações de substancias (serotonina,endorfina,dopamina,outras) que promovem sensação de bem estar,diminuindo os sintomas da sindrome de abstinência e ajudando a controlar o peso”.

Deixe uma resposta