Métodos sem eficácia comprovada para o tratamento do tabagismo

Por Cristiane Sales, integrante da ACTbr e Especialista em Dependência Química pela UNIFESP

Vários métodos diferentes vêm sendo utilizados para a cessação do tabagismo tais como: hipnose, acupuntura, cigarros artificiais sem drogas, aromaterapia, fórmulas de ervas, gargarejos, piteiras etc.

Até o momento atual, não existem evidências científicas para comprovar a eficácia dessas iniciativas. É necessário que as pesquisas utilizem métodos dentro do rigor científico, para que seja avaliada a eficácia, a viabilidade e a relação custo/benefício, para que só então eles sejam recomendados como eficazes para o tratamento do tabagismo. Portanto, nenhum dos métodos mencionados acima foi recomendado pela comunidade científica ainda.

A associação entre psicoterapia e de farmacoterapia tem se mostrado a intervenção mais efetiva, alcançando os melhores resultados. Materiais didáticos de auto-ajuda, aconselhamento por telefone por um profissional treinado e estratégias motivacionais, ajudam a melhorar a efetividade do tratamento. A utilização de tratamentos como acupuntura e hipnose têm sido estudadas, mas os resultados têm se mostrado pouco efetivos.

3 comentários em “Métodos sem eficácia comprovada para o tratamento do tabagismo

  1. Ola meu nome é Nino Adriano Tanuri França sou um tabagista contumaz mas quero muito deixar o habito horrivel de fumar.Ja tentei muita coisa inclusive a bupropriona mas como cheguei a ter convulsão com a bupropriona não posso usa-la mais mesmo sendo ela a droga que mais deu resultado ate agora.Estou tentando com a acunputura mas ainda não consegui uma melhora significativa, tenho tbh, tdah e uma ansiedade que se manifesta de diversas formas como toc e panico.Atualmente uso quatro tipo de medicamentos sendo dois estabilizantes do humor( divalproato de sodio e oxcarbazepina) um antidepressivo q tem ação antiobssessiva, ansiolitica e hipnotica(mirtazapina) e um benzodiazepinico( clonazepam), mas mesmo assim tenho um sono muito ruim, acordo diversas vezes durante a noite e acabo fumando nesse periodo alem de ter tb com certa frequencia episodio de mioclonia noturna e sindrome das pernas inquietas.Gostaria muito de uma orientação profissional e talvez um acrescimo de informação sobre uma possivel solução para a doença tabagismo ja que as outras não tem cura. Cordialmente e ja grato pela atenção Nino Adriano Tanuri França.
    Ps: sou farmaceutico e bioquimico o que me possibilita a compreensão de artigos e termos tecnicos mais esclarecedores.

  2. O único método realmente eficaz para largar o vício do fumo é o tratamento através da auricolterapia ministrado pelo instituto Marat, em São Paulo, lá eu larguei de fumar no mesmo dia e não tive síndrome de abstinência, fiquei doze anos em fumar, porém há um ano voltei a fumar, por problemas de stress, todavia pretendo voltar lá e repetir o tratamento. Os interessados podem acessar o site do instituto.

Deixe uma resposta