Campanha pede abertura de consulta pública sobre rotulagem para Anvisa

Resultado de imagem para selos de rotulagem triangulo

A Anvisa estuda desde o ano passado propostas de mudanças para a melhoria da rotulagem nutricional no Brasil. A Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável, da qual a ACT Promoção da Saúde faz parte, vem fazendo uma grande mobilização em apoio ao modelo de rotulagem frontal sugerido pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) e pela Universidade Federal do Paraná: os selos de alerta em forma de triângulo.

Os alimentos ultraprocessados costumam ter grandes quantidades de açúcar, sódio e gorduras, mas isso não fica explícito nos rótulos. Pelo contrário, muitos desses produtos trazem, em suas embalagens, mensagens como “fonte de vitaminas”, “contém fibras” ou “sem glúten”, o que acaba confundindo o consumidor.

A ingestão regular desses produtos contribui para o desenvolvimento de diversas doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares e câncer. As DCNTs são as doenças que mais matam no mundo, mas podem ser evitadas com a adoção de um estilo de vida saudável.

Com base nesse cenário, a Aliança lançou a campanha #AnvisaPerguntaPraMim, com o objetivo de pressionar a agência a abrir uma consulta pública para que a população escolha o modelo mais adequado.

Participe da campanha enviando mensagens para as redes sociais da Anvisa com a hashtag e peça a abertura da consulta pública. É hora de ouvir a opinião do consumidor e saber qual modelo é mais informativo.

Saiba mais sobre o modelo de rotulagem dos triângulos e assine a petição: http://bit.ly/PeticaoRotulagem

Saiba mais sobre a campanha #AnvisaPerguntaPraMim: http://bit.ly/DireitoSaber

Deixe uma resposta