Estudo relaciona fumo a envelhecimento precoce

Um estudo publicado no periódico Nature mostrou que, além da associação com doenças crônicas como câncer, doenças cardíacas e respiratórias e outras, há também uma relação entre o tabagismo e o envelhecimento precoce. Estimando a idade biológica de fumantes e não fumantes a partir de exames de sangue, o estudo mostrou que fumantes na casa dos 20 anos, por exemplo, podem chegar a ter idade biológica duas décadas maior.

Apesar de terem sido encontradas diferenças na idade real e biológica para fumantes de ambos os sexos, para as mulheres isso foi ainda mais significativo: elas podem chegar a envelhecer duas vezes mais rápido, em comparação com não fumantes.

Em 2017, um estudo do Inca mostrou que são gastos quase 57 bilhões de reais por ano devido a perda de produtividade e tratamento de doenças causadas pelo tabaco. 10,1% dos adultos brasileiros se declararam fumantes na última pesquisa Vigitel.

Se você é um deles, mas quer parar de fumar, aqui em nosso blog já temos vários posts para ajudar! Se você está tentando parar, não desista! Você pode conferir abaixo alguns textos para ajudá-lo(a):

Deixe uma resposta