Açúcar: projeto mostra aspectos escondidos dos alimentos industrializados

O Joio e o Trigo lança novo projeto fotográfico que mostra aspectos escondidos dos alimentos industrializados, como a proporção de açúcar.

 

Joio no Rótulo

Chamado de Joio no Rótulo, o projeto foi inspirado no SinAzucar, que também mostra, com fotos, a quantidade de açúcar em vários alimentos. A ideia do projeto brasileiro é publicar, semanalmente, imagens inéditas destacando alguns aspectos dos produtos mais vendidos no país que não ficam claros no rótulo.

Na primeira semana, por exemplo, o produto analisado foi o Nesquik de morango (foto acima).  A revelação é surpreendente: dos 14g sugeridos para consumo pelo fabricante, 11g são de puro açúcar – mais de 75% do total.

Como destacado pelos próprios autores, é importante lembrar que a Organização Mundial da Saúde recomenda que o consumo máximo diário de açúcar não passe de 50g e, idealmente, fique abaixo de 25g.

Você pode acompanhar o projeto nas redes do Joio (Instagram, Facebook e Twitter).

 

Acordo

Recentemente, foi anunciado um acordo entre o Ministério da Saúde e a indústria de alimentos para reduzir a quantidade de açúcar em produtos ultraprocessados. Apesar de, a princípio, isso parecer uma boa notícia, é preciso destacar que acordos de autorregulamentação, como esse, não são suficientes para combater os problemas trazidos pelo consumo excessivo de açúcar, como a obesidade e a diabetes. Para se ter uma ideia, vários dos produtos mais consumidos ficaram de fora, como a Coca-Cola. Uma reportagem do próprio Joio, publicada pelo UOL, explica mais (clique aqui para ler), bem como o posicionamento da Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável.

A recomendação do Guia Alimentar para a População Brasileira é que produtos industrializados sejam evitados e que a preferência seja dada a alimentos in natura ou minimamente processados.

Quer se alimentar melhor? Confira nosso post com as dicas do Guia!

Deixe uma resposta